“Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o quanto quiserdes e vos será feito”(Jo 15:7)

É interessante neste texto que o próprio Jesus Cristo declara que devemos estar nEle. Desta forma, conseguiremos tudo o que pedirmos a Ele. Em vista disto, todos têm que estar firmados em Cristo. Entretanto, muitas pessoas têm acreditado que seguem ao Senhor, mas não passam de religiosos, por isso não desfrutam da promessa de Deus: “vos será feito”.

Analisando a preposição “em”, chegamos ao seu significado de estar contido em algo, dentro de algo. Neste sentido, ao trazermos esta análise para o nosso relacionamento com Cristo, percebemos que, no sentido da palavra “em”, devemos estar dentro de dEle. Apesar de complicada, a ideia do texto é muito relevante, pois significa sem diferença de pensamento entre Deus e o Homem.

Em vista disto, podemos exemplificar o raciocínio do versículo na seguinte comparação em que Jesus é um veículo, digamos um ônibus, os passageiros são os que seguem verdadeiramente a Cristo, o caminho percorrido são as situações da vida terrena e o destino é o céu. Observando essa alegoria, percebemos que enquanto somos passageiros de Jesus não temos diferença de velocidade em relação a Ele. Além disto, podemos nos levantar de nossos lugares e percorrer pelo automóvel sem para de respirar o ar que está nEle, logo ocupamos espaço dentro dEle. Desta maneira, o nosso tempo está de acordo com a velocidade com a que Cristo age. Deste modo, descansamos sem desenvolver o sentimento de ansiedade, evitando, assim, a tomada de decisões precipitadas divergentes da vontade do Senhor.

O apóstolo Paulo afirma aos seguidores de Cristo na primeira carta aos Coríntios que temos a mente de Jesus, ou seja, sem diferença de pensamento em relação ao Dele. Em decorrência de possuirmos a mente de Cristo (I Co 2:16), pronunciamos a palavra Dele naturalmente, “O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca.” (Lucas 6 : 45).

Além do mesmo pensamento do Senhor, temos a Sua proteção, pois ao estarmos dentro Dele, não estamos desprotegidos, pois ele mesmo nos dá o teto para nos abrigar do sol escaldante e das tempestades, os quais são os problemas e as dificuldades as quais passamos pelo caminho de nossas vidas, porque mesmo nas piores situações permanecemos firmes Nele. Em vista disto, passamos a depender Dele nas mais variadas situações, Ele nos guia para o nosso destino que é o céu.

Infelizmente, temos, por muitas vezes, no nosso pequeno tamanho em relação a Deus, a audácia de querer que o Senhor se adeque ao nosso pensamento, todavia sem nos esforçarmos para viver o que Ele deseja que nós vivêssemos. Isto é exposto em Jeremias, na qual diz “Mas isto lhes ordenei, dizendo: Dai ouvidos à minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e andai em todo o caminho que eu vos mandar, para que vos vá bem.” (Jeremias 7:23). Por causa do descumprimento do explicitado no versículo, muitas pessoas não entendem o porquê de Deus não ter respondido as orações de anos.

Voltando para João 15, devemos sempre lembrar que Deus sempre quis que o homem fosse semelhante a Ele, por isso criou os mandamentos para o bem do próprio ser humano. Isto é explícito no versículo “Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor. ” (João 15 : 10). Vale ressaltar que novamente é utilizada a preposição em (em + o = no). Então, através disto poderemos analisar outra parte do versículo chave “as minhas palavras estiverem em vós” (Jo 15:7) faz referência aos mandamentos que Deus nos ordenou, como o salmista afirma “Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti.” (Salmos 119:11), ou seja, a palavra do Senhor estava dentro dele.

A última parte do versículo tema (com certeza a mais esperada): pedireis tudo o quanto quiserdes e vos será feito (Jo 15:7), fica mais fácil de compreender, pois se já estamos em Deus, respiramos o ar dentro dEle, o que viermos a pedir para Ele, naturalmente estará de acordo com a Sua vontade. Com isto, nossas orações serão ouvidas, pois estarão de acordo com os propósitos de Deus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s